Mais uma conquista para Buffett: uma ação da Berkshire já vale 300 mil dólares

Warren Buffett lidera a Bershire desde 1965, altura em que era uma pequena empresa têxtil com ações a valerem 11 dólares. A mesma ação valorizou 2.400.000% desde então.

Warren Buffett tem razões para celebrar esta segunda-feira, dia em que as ações da empresa que lidera, a Berkshire Hathaway, subiram para o valor mais elevado de sempre. Cada título da Berkshire já vale 300 mil dólares, a somar um aumento de 22,9% desde o início do ano, que reflete a confiança dos investidores no conglomerado de Buffett.

O ganho fica acima da subida de 20% do índice S&P 500 no mesmo período e acontece apesar de quatro semestres consecutivos de diminuições nos lucros da empresa norte-americana, de acordo com dados da agência Reuters.

Os resultados operações da empresa, que subiram 1% em 2016, diminuíram 16% entre janeiro e setembro desde ano, devido a problemas causados pelos furacões Harvey, Irma e Maria, bem como um negócio com o American Internacional Group que pesou nas contas da empresa.

Por outro lado, o valor contabilístico da Bershire (ativos financeiros excluindo passivos), que é apontado por Buffett como uma medida satisfatória, cresceu 8,9% nos primeiros nove meses do ano.

Aos 87 anos, Buffett lidera a Bershire desde 1965, altura em que era uma pequena empresa têxtil com ações a valerem 11 dólares. Acionistas que tenham uma participação desde então já terão visto uma valorização do investimento superior a 2.400.000%.

Relacionadas

Crise de 2008: Como estes bilionários passaram pelos ‘pingos da chuva’

Ninguém foi imune à grande recessão provocada pela precipitada falência do banco de investimento norte-americano Lehman Brothers. Mas souberam os mais ricos lidar com a pressão?

Warren Buffett torna-se o maior acionista do Bank of America

A Berkshire Hathaway exerceu o direito de adquirir 700 milhões de ações com um desconto acentuado.
Recomendadas

Bolsa de Lisboa abre em alta numa manhã positiva para os mercados europeus

O PSI iniciou a sessão desta terça-feira em terreno positivo, estando a ganhar 1,29% para 5.485,53 pontos numa manhã serena para a generalidade das praças europeias. A Greenvolt e a Altri estão em destaque esta manhã ao valorizarem, respetivamente, 1,77% para 8,61 euros e 2,42% para 5,12 euros. Ainda no mercado energético, a Energias de […]

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta terça-feira

Destaque do dia para a Rússia, que vai publicar os dados relativos à taxa de desemprego e outros indicadores macroeconómicos, numa altura em que o esforço bélico e o prolongamento das sanções começam a afundar a economia do país.

Luta da Fed contra a inflação atinge Wall Street no fecho da sessão

De resto, o organismo liderado por Jerome Powell deu conta na semana passada da possibilidade de as taxas de juro continuarem em alta até 2023 fez com que os três principais índices tivessem caído na última semana entre 4% e 5%.
Comentários