Mau Tempo: Baixo Mondego preocupa, mas caudais estão a regressar à normalidade – Proteção Civil

A Autoridade Nacional de Proteção Civil disse hoje que os caudais dos rios estão a “regressar à normalidade”, mantendo-se apenas a situação da zona do baixo Mondego, no distrito de Coimbra, como a mais preocupante.

Glenn Carstens-Peters on Unsplash

Em declarações aos jornalistas pelas 20h00, na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção civil, em Carnaxide (Oeiras), o comandante nacional Duarte da Costa, sublinhou que neste momento “estão a baixar as condições de risco” que se assistiram “nos últimos dias”.

“A única situação que nos continua a preocupar é a situação de Coimbra, pois quer as situações do rio Douro, do Tâmega, do Tua e do próprio Tejo são situações que tendem para a normalidade. Os caudais estão a recuperar aquilo que são os seus limites normais”, disse.

Nesse sentido, Duarte da Costa sublinhou que, “ainda que a bacia do baixo Mondego apresente caudais elevados, são muito menores” do que aqueles que apresentava no sábado.

Durante o dia de hoje a Proteção Civil registou 408 ocorrências, o que para comandante nacional significa que se está a “regressar à normalidade”.

Para já permanecem 144 pessoas desalojadas e 352 deslocadas preventivamente, a maioria decorrente da subida do caudal do rio Mondego.

Os fortes efeitos do mau tempo, que se fizeram sentir desde quarta-feira, já provocaram dois mortos, um desaparecido, deixaram 144 pessoas desalojadas e 320 pessoas deslocadas por precaução, registando-se mais de 11.200 ocorrências no continente português, na maioria inundações e quedas de árvore.

Só no sábado, registaram-se mais de 1.700 ocorrências.

O mau tempo provocado pela depressão Elsa, entre quarta e sexta-feira, a que se juntou no sábado o impacto da depressão Fabien, provocou também condicionamentos na circulação rodoviária, bem como danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial na região Centro.

 

Relacionadas

Mau Tempo: Linha do Douro volta a ser cortada após acidente

A linha do Douro está novamente interrompida entre Ermidas e Aregos, devido ao choque de um comboio regional com uma pedra que se encontrava na via.

Mau tempo: rotura iminente de dique no Mondego obriga a evacuação

A rotura iminente do dique periférico do rio Mondego junto a Montemor-o-Velho está a obrigar hoje à evacuação da zona baixa da localidade do Casal Novo do Rio, anunciou a Câmara.
Recomendadas

Embaixador russo em Lisboa diz que anexações são “direito consagrado na Carta da ONU”

O embaixador russo em Lisboa, Mikhail Kamynin, transmitiu hoje ao Governo português que a realização de referendos nas regiões ucranianas anexadas pela Rússia corresponde a “um direito consagrado na Carta das Nações Unidas”.

Entregas ao domicílio da IKEA serão totalmente elétricas até 2025, diz CEO

A meta para 2030 é ser uma empresa positiva para o clima, isto é, reduzir mais gases de efeito estufa do que aqueles que são emitidos por toda a sua cadeia de valor.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários