Mercedes-Benz quer ter frota totalmente elétrica até 2030

Objetivo foi definido por Holger Marquardt, CEO Mercedes Portugal, esta terça-feira na inauguração do Mercedes-Benz Oceanic Lounge em Lisboa. Outro objetivo definido pela marca e verbalizado pelo CEO passa por garantir a neutralidade carbónica em 2039.

17 – Mercedes

A Mercedes-Benz colocou como objetivo garantir uma frota totalmente elétrica até 2030. O repto foi lançado por Holger Marquardt, CEO Mercedes Portugal, na inauguração do Mercedes-Benz Oceanic Lounge, que teve lugar esta terça-feira na Doca de Santo Amaro, em Lisboa.

Outro objetivo definido pela marca e verbalizado pelo CEO da Mercedes-Benz em Portugal, passa por garantir a neutralidade carbónica em 2039.

De acordo com o CEO da marca para Portugal, garantir a produção de uma frota totalmente elétrica até ao final desta década e a neutralidade carbónica em 2039, vai implicar um investimento de 60 mil milhões de euros até 2026 por parte da Mercedes-Benz.

A muito curto prazo, a Mercedes-Benz definiu que, em 2022, a produção de automóveis da marca será neutra em CO2 para o continente europeu.

Recomendadas

SATA prevê saída de 150 trabalhadores até final de 2023 através de rescisões negociadas

Cerca de 100 trabalhadores já saíram da companhia aérea açoriana SATA desde que foi lançado o primeiro programa de rescisões, em 2020.

Empresas TVDE criaram mais de sete mil empregos em seis anos

Entre 2013, ano anterior ao lançamento da operação da Uber em Portugal, e 2019, o número de empresas no sector (plataformas de transportes de passageiros) cresceu 71%.

Há 45 anos foi vendida a primeira Coca-Cola em Portugal

Foi a 4 de julho de 1977, num café na Baixa de Lisboa. “Não só faz parte da história do país como contribui ativamente para a economia nacional. Por cada euro que é gasto em Coca-Cola, 81 cêntimos permanecem em Portugal”, diz Rui Serpa, diretor em Portugal da Coca-Cola Europacific Partners.
Comentários