Nancy Pelosi condena ataques do Azerbaijão na Arménia

“Condenamos veementemente esses ataques”, disse Pelosi perante o orador parlamentar arménio Alen Simonyan, que na semana passada, expressou o seu descontentamento com a resposta de uma aliança militar liderada pela Rússia ao pedido de ajuda de Yerevan.

A Presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, condenou, este domingo, os ataques perpetrados pelas forças azeris na Arménia, durante uma visita a Yerevan.

“Condenamos veementemente esses ataques”, disse Pelosi perante o orador parlamentar arménio Alen Simonyan, que na semana passada, expressou o seu descontentamento com a resposta de uma aliança militar liderada pela Rússia ao pedido de ajuda de Yerevan.

Pelosi pronunciou-se, assim, sobre o que apelidou de “ataques ilegais e mortais do Azerbaijão em território arménio”, cujos confrontos fronteiriços provocaram a morte de 200 pessoas.

O Papa Francisco expressou hoje o seu pesar pelos combates na fronteira entre a Arménia e o Azerbaijão e apelou a que o cessar-fogo seja respeitado, a fim de se chegar a um acordo de paz.

O Papa, depois de rezar o Angelus, na Praça de São Pedro, no Vaticano, expressou a sua proximidade espiritual com as vítimas em ambos os países e disse que a paz só pode ser alcançada quando “as armas são silenciadas e o diálogo começa”.

Durante a sua recente viagem ao Cazaquistão, entre 13 e 15 de setembro, o Papa já tinha manifestado preocupação face às “novas fontes de tensão na região do Cáucaso”.

 

Recomendadas

CPLP e comunidade da África Central negoceiam cooperação política e de formação em português

A Comunidade Económica dos Estados da África Central e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) discutiram hoje formas de cooperação no domínio político, desenvolvimento da língua portuguesa e comissões de observação eleitoral, referiram responsáveis das organizações.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Iraque. Violência regressa às ruas de Bagdad

Apoiantes de clérigo xiita Muqtada Al-Sadr entraram em confronto com forças de segurança iraquianas na capital, fazendo regressar a violência, depois de algumas semanas de paz política.
Comentários