Nordstream. Governo condena sabotagem e considera que UE está “sob ataque”

O secretário de Estado dos Assuntos Europeus considerou hoje que a União Europeia (UE) está sob ataque, numa alusão à sabotagem das condutas do Nordstream I e II, e elogiou a atuação da presidente da Comissão.

Tiago Antunes, secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro | José Sena Goulão/Lusa

Esta posição foi transmitida por Tiago Antunes na abertura do debate parlamentar sobre o “estado da União”.

“A União Europeia está sob ataque, como o ato de sabotagem às condutas do Nordstream I e do Nordstream II demonstra. Para além do atentado à soberania e integridade territorial da Ucrânia, é a própria União Europeia que é diretamente visada, por quem não tem pejo em fazer da energia, como da comida, e em geral da escalada de preços, armas que visam atingir o nosso modo de vida”, declarou, numa alusão à atuação da Rússia ao nível da sua política externa e à intervenção militar deste país na Ucrânia.

Para Tiago Antunes, o recente discurso da presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, sobre o estado da União, foi tão certeiro, ao colocar a guerra de agressão contra a Ucrânia no centro das preocupações europeias”.

“E ao identificar como prioritárias as respostas da União Europeia para lidar com as consequências desta guerra, seja no plano da energia ou do apoio à economia e aos cidadãos, seja no plano da democracia e do respeito pelo Estado de Direito”, completou o secretário de Estado dos Assuntos Europeus.

Relacionadas

Respostas Rápidas. Pipelines que transportam gás russo foram sabotados? Por quem?

O que se sabe até agora da sabotagem a dois gasodutos que transportam gás russo via mar Báltico para a Alemanha?

Rússia pode interromper ou reduzir fornecimento de gás “a qualquer momento”

O Nordstream 1, que abastece a Alemanha e a Europa com gás russo, foi esta quinta-feira reativado, depois de 10 dias de manutenção. Apesar disso, mantém-se a incerteza sobre o futuro do gasoduto.

Dívida das empresas de energia europeias dispara 50%, avança Bloomberg

As empresas europeias de energia e serviços públicos estão a acumular mais dívidas para cobrir o custo da subida dos preços do petróleo e do gás. A Gazprom da Rússia declarou “força maior” para interromper o fornecimento de gás à Europa, através do gasoduto Nordstream 1.
Recomendadas

Conselho de Ministros moçambicano aprova criação de fundo soberano

O Conselho de Ministros moçambicano aprovou hoje a criação do fundo soberano do país, cuja capitalização deverá arrancar com as receitas deste ano da plataforma Coral Sul, que começou a exportar gás do Rovuma há duas semanas.

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.

Lisboa com níveis de poluição superiores ao tolerado pela OMS (com áudio)

Algumas zonas da cidade de Lisboa apresentam níveis de poluição superiores aos que são tolerados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), destacando-se o terminal de cruzeiros de Santa Apolónia e algumas ciclovias, segundo um estudo divulgado hoje.
Comentários