NOVO Semanário passa a fazer parte da Media9Par

Holding de comunicação social do Emerald Group detém o “Jornal Económico”, a “Forbes Portugal” e a “Forbes África Lusófona”

O NOVO vai passar a integrar a Media9Par, sociedade detida pelo Emerald Group, do empresário angolano N’Gunu Tiny. A Media9Par constitui um grupo de comunicação social multiplataforma destinado ao espaço lusófono, de que também fazem parte o “Jornal Económico” e as revistas “Forbes Portugal” e Forbes África Lusófona.

Com esta integração, o NOVO passa a ter uma direção interina composta por Filipe Alves (diretor), Leonardo Ralha (diretor executivo), Ana Cáceres Monteiro (subdiretora) e Ricardo Santos Ferreira (subdiretor).

O acordo entre a Media9Par e a Lapanews, empresa que criou e até agora publicou o NOVO, que chegou às bancas pela primeira vez a 16 de Abril de 2021, estipula que se mantém o título do semanário e a maior parte da sua equipa. E abre caminho a sinergias com os restantes órgãos de comunicação social da Media9Par, que são referências na informação económica e internacional.

Nascida com a ambição de produzir informação para todo o espaço da lusofonia, com o nome da sociedade a fazer referência aos nove países que constituem a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – a Media9Par concentra participações na comunicação social.

O Grupo Emerald foi fundado em 2009. Sediado no Dubai International Financial Center, tem como áreas de atuação o setor financeiro, pela energia, investimento de impacto e inovação social. O grupo tem representações em Londres, Lisboa e Luanda. No seu portfólio figuram projetos como o Banko Financial Services, a Nino Oil, a NextGen Mining e a Emilor, que resulta da joint-venture com a fabricante de lentes Essilor. No mercado português detém ainda a Green One Capital, a sociedade de gestão de ativos.

O NOVO teve como fundadores Octávio Lousada Oliveira (director) e Diogo Agostinho (director-executivo), que entretanto deixaram de trabalhar no semanário, dedicado sobretudo à actualidade política e dirigido desde Fevereiro de 2022 por Leonardo Ralha, que se mantém na liderança do projeto enquanto diretor executivo interino.

Recomendadas

Supremo decide a favor de sindicato e TAP terá de pagar 50 milhões

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) confirmou esta sexta-feira que foi notificado pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que decidiu a seu favor numa ação judicial que custará mais de 50 milhões de euros à TAP.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Escassez de trabalhadores no turismo? AHRESP apresenta nove medidas para resolver o problema

Desde a criação de estratégias criativas para atrair e reter profissionais à elaboração de um ‘Livro Verde do Mercado do Trabalho HORECA’, conheça as medidas apresentadas pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.
Comentários