Orçamento da Madeira atinge dois mil milhões de euros

Está previsto um encaixe de receitas por via dos impostos diretos diversos de 269 milhões de euros, enquanto que a rubrica de impostos indiretos diversos chega aos 558 milhões de euros. Entre receitas correntes e de capital o valor atinge 1,7 mil milhões de euros.

A proposta de Orçamento Regional da Madeira, para 2021, atinge os 2.033 milhões de euros, em termos de receitas. Já as despesas ficam também pelos 2.033 milhões de euros.

O Orçamento Regional prevê um encaixe de receitas por via dos impostos diretos diversos de 269 milhões de euros, enquanto que a rubrica de impostos indiretos diversos chega aos 558 milhões de euros.

As transferências correntes vindas de países terceiros e organizações internacionais – subsistema de proteção social de cidadania fica pelos 339 milhões de euros.

No total das receitas correntes a previsão do executivo madeirense é de 1,1 mil milhões de euros.

As receitas de capital vindas de de países terceiros e organizações internacionais – subsistema de proteção social de cidadania, fica pelos 120 milhões de euros.

O total entre receitas correntes e de capital atinge os 1,7 mil milhões de euros.

Recomendadas

Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos ficaram a mais de 30% acima dos valores de 2019

Entre janeiro e setembro de 2022, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 3.062,5 mil, significando um acréscimo homólogo de 134% e de 17% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019. 

Madeira com défice de oito milhões de euros

À semelhança do ano anterior, mais de metade da despesa (51,9% da despesa total) foi canalizada para a área social, onde se destaca o sector da Saúde com uma execução orçamental de 280,3 milhões de euros e a Educação com 296,5 milhões de euros.

Governo Regional da Madeira investe mais de 80 milhões de euros em medicamentos

O envelhecimento demográfico, as doenças crónicas e a introdução de novos medicamentos aumentam as necessidades em saúde, a que o Serviço Regional de Saúde procura responder, sendo que existem doentes que exigem investimentos entre 20 mil a 500 mil euros.
Comentários