Portugal soma 10.549 casos por Covid-19, novo máximo desde janeiro

Apesar do aumento significativo no número de casos, estão internadas menos 16 pessoas, para um total de 893. Em UCI também se encontram menos pessoas, sendo agora 147 doentes (menos sete).

Portugal registou mais 10.549 casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, fazendo deste o número mais alto desde janeiro. A 26 de janeiro, contabilizaram-se 10.765 casos confirmados.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta quinta-feira, Portugal soma assim 1.253.094 casos de infeção desde o início da pandemia no país, e 17 mortes, que perfazem 18.840 óbitos ao todo.

Relativamente aos internamentos, estão em enfermaria 893 doentes, menos 16 do que esta quarta-feira e 148 estão nas unidades de cuidados intensivos (UCI), ou seja, menos sete.

Segundo o documento, foi em Lisboa e Vale do Tejo que se contabilizaram mais casos (5.350) e três mortes, seguindo-se o Norte que somou mais 2.817 casos e cinco mortes, o Centro (+1.465 novos casos) o Alentejo, (+ 255 e uma morte) e o Algarve (+328 e três mortes). Já as regiões autónomas dos Açores e da Madeira somaram mais 50 e 118 casos positivos, respectivamente. Na Madeira, morreram duas pessoas nas últimas 24 horas.

No total o Norte tem 463.049 casos positivos, o Centro 180.532, Lisboa e Vale do Tejo 480.085, o Alentejo 45.131, o Algarve conta com 55.327, os Açores 10 962 e a Madeira 18.008.

Desde o início da pandemia, o Norte registou 5,747 mortes, o Centro tem 3.333, Lisboa e Vale do Tejo 7.936, o Alentejo 1.084, o Algarve tem 572, os Açores contam com 50 e a Madeira com 118.

Foram contabilizados mais 3.948 recuperados do coronavírus, passando o total para 1.149.611. Os casos ativos ficam em 84.643, mais 6.584 face ao dia anterior.

Os contactos em vigilância ativa são 112.417, ou seja, mais 5.185.

Nos casos confirmados de coronavírus, 585.796 são homens, 666.366 são mulheres, e 932 são dados como desconhecidos.

Nas mortes 9.890 são homens e 8.950 são mulheres.

O nível de incidência do vírus mantém-se nos 579, 3 casos por 100 mil habitantes no território nacional e nos 582,3 no continente. O risco de transmissibilidade (Rt) é de 1,07 a nível nacional e de 1,06 em Portugal continental.

Notícia atualizada às 15:30

 

Recomendadas

Covid-19: Pandemia provocou mais 300 mil mortes na UE do que as oficiais, diz OCDE

“No final de outubro de 2022, mais de 1,1 milhões de mortes de covid-19 foram reportadas em todos os 27 países da UE, mas os dados sobre o excesso de mortalidade sugerem que se trata de uma subestimativa e que mais 300 mil pessoas morreram devido ao efeito direto ou indireto da pandemia”, refere o relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comissão Europeia (CE).

Covid-19: Problemas de saúde mental aumentaram na Europa, sobretudo nos jovens

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) explica no relatório comparativo da situação de saúde na Europa que, enquanto em 2019 a percentagem de jovens entre 15 e 24 anos com sintomas de depressão era de 6%, contra 7% nos adultos, com o coronavírus os números aumentaram em todos os países para os quais existem dados.

Covid-19: Várias cidades da China relaxam medidas de prevenção epidémica

Várias cidades chinesas estão a abolir algumas medidas de prevenção contra a Covid-19, sinalizando o fim gradual da estratégia ‘zero casos’, que manteve o país isolado durante quase três anos e afetou a economia.
Comentários