Portuguesa Élia Ferreira eleita uma das 50 líderes mundiais em consultoria tecnológica (com áudio)

A diretora do departamento de Fusões e Aquisições e de Tecnologia da Deloitte em França torna-se esta quinta-feira a única mulher portuguesa a receber um prémio internacional atribuído pela revista norte-americana “Consulting Magazine”.

Élia Ferreira torna-se esta quinta-feira a única mulher portuguesa a receber um prémio internacional atribuído pela “Consulting Magazine”. A diretora do departamento de Fusões e Aquisições e de Tecnologia da Deloitte em França foi considerada pela revista norte-americana uma das 50 mulheres líderes em tecnologia a nível mundial.

A gestora portuguesa de 48 anos vai hoje receber o prémio na cidade de Austin, no Texas (Estados Unidos). “É uma grande honra e uma enorme satisfação ser reconhecida internacionalmente pelo meu trabalho e desempenho na consultoria especializada em tecnologia. É importante continuar a promover a igualdade e a diversidade nos cargos de liderança para que mais mulheres sejam reconhecidas pelo seu talento, pela sua formação e pelo seu trabalho”, afirmou Élia Ferreira.

Licenciada em Matemática e Administração de Empresas, Élia Ferreira já liderou mais de 250 fusões e aquisições internacionais que envolveram montantes entre os 20 milhões os 20 mil milhões de euros. Entre os negócios mais conhecidos que assessorou estão as operações que envolveram a XL Catlin e a AXA, a Air Liquide Welding e a Lincoln Electric, a Areva, a Framatome e a EDF e a Danone e a Unimilk.

Os prémios globais da revista de consultoria visam assinalar o papel das gestoras e das consultoras mundiais que se destacam no sector tecnológico. O mesmo galardão de Élia Ferreira foi entregue a Teresa Barreira, diretora de Marketing da Publicis Sapient, que é nativa de Portugal mas atualmente tem nacionalidade canadiana e vive em Boston, nos Estados Unidos.

Segue-se Gretchen Brainard (Deloitte Consulting), Mimi Brooks (Logical Design Solutions), Traci Gusher (EY), Renuka Kambli (Cognizant), Erica Mann (Slalom), Ana Minter (RSM), Annaleah Morrow (Avaap), Mary-Beth Ostasz (Perficient), Pamela Saechow (Ellit Group), Carrie Salzwedel (Spaulding Ridge), Susan Vick (Huron) e Carolyn Vo (Oliver Wyman), a quem também foi atribuído o “Excelência em Liderança”.

Recomendadas

Afinal, que soluções existem para as empresas?

O Banco Português de Fomento lançou no início do ano os dois primeiros programas para apoiar a solvabilidade do tecido empresarial português. A banca está focada em aconselhar e montar as operações.

Presidente da Ryanair antecipa subida de preços nas ‘low-cost’

Michael O’Leary diz que o preço médio por bilhete deverá subir entre 10 a 20 euros nas viagens low-cost, que estão a tornar-se, segundo o mesmo, “demasiado baratas”.

Candidaturas selecionadas para o Consolidar conhecidas em julho

Os programas Recapitalização Estratégica e Consolidar têm gerado grande interesse, diz a presidente da comissão executiva do Banco Português de Fomento, Beatriz Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários