Procura de casa subiu 25% entre a faixa etária dos 35 aos 44 anos no primeiro trimestre

Já a procura por habitação registou um crescimento de 22% na faixa etária dos 45 aos 54 anos. A nível geral verificou-se um aumento de 8% em relação ao último trimestre de 2021.

A procura por casa em Portugal registou uma subida de 25% entre a faixa etária dos 35 aos 44 anos no primeiro trimestre, de acordo com um estudo divulgado pelo portal Imovirtual esta segunda-feira, 18 de abril.

Por sua vez, verificou-se um crescimento de 22% na faixa etária dos dos 45 aos 54 anos, sendo que a nível geral verificou-se um aumento de 8% em relação ao último trimestre de 2021.

O maior aumento foi observado na faixa etária dos 18-24 anos (17%), seguindo-se a faixa etária dos 35-44 anos (13%), enquanto a faixa etária dos 55-64 anos foi a única onde a procura por casa desceu (9%) face ao último trimestre do ano anterior.

Apesar desta subida trimestral, a procura de casa registou uma quebra de 23% quando comparado com o mesmo trimestre do ano passado. A maior descida face a este período foi nas pessoas entre os 55-64 anos (33%), seguidas pelos grupos dos 18 aos 34 anos (29%).

Ao nível das regiões, Lisboa, Porto, Braga, Setúbal, Leiria, Faro, Aveiro, Coimbra, Viseu e Santarém ocupam o top-10 da procura de casa no primeiro trimestre, com os maiores aumentos a registarem-se em Faro (37), Setúbal (24%), Braga (23%), Aveiro e Évora (ambas com 21%), enquanto a Guarda verifica o crescimento menos expressivo (6%).

Ricardo Feferbaum, Diretor Geral do Imovirtual, refere que “as condições associadas à pandemia que ainda se experienciavam em 2021 podem justificar a maior procura por faixas etárias mais jovens nesse ano, como a necessidade de independência face à família e a possibilidade do teletrabalho”.

Recomendadas

PremiumPortugueses dominam em projeto de luxo em Cascais

Sandwoods conta com 39 villas com preços que atingem os 2,8 milhões de euros. Projeto deverá estar concluído em 2024, mas sector da construção civil enfrenta falta de mão-de-obra e demora no fornecimento de material.

PremiumFranceses investem até 45 milhões de euros no Barreiro

‘Ja-Ba’ (Jardim Barreiro) está a cargo da dupla de promotores Maxime Tellier e Renauld de L’Hermite, que está presente em Portugal desde o ano de 2014. “O nosso objetivo é muito claro. Fazer um projeto para os portugueses”, assumem.

PremiumOaktree, Cerberus e Vanguard na corrida à VIC Properties

A Alantra vai receber esta sexta-feira as propostas não vinculativas para a compra dos ativos da VIC Properties. A Vanguard deverá avançar para o Pinheirinho. Oaktree e Cerberus entre os interessados.
Comentários