Produção na construção subiu 1,9% na zona euro e 1,1% na UE em fevereiro

Em relação ao mesmo período de 2021 verificaram-se aumentos de 9,4% na zona euro e de 8,6% na União Europeia.

A produção na construção registou um aumento de 1,9% na zona euro e 1,1% na União Europeia (UE) em fevereiro, o que representou uma desaceleração em relação ao mês anterior, onde tinham sido verificados subidas de 3,9% e 3,7%, respetivamente, segundo os dados do gabinete de estatísticas da UE, Eurostat, divulgados esta terça-feira, 26 de abril.

Em relação ao mesmo período de 2021 verificaram-se aumentos de 9,4% na zona euro e de 8,6% na União Europeia.

No que diz respeito à construção de edificios registou-se na zona euro um aumento 2,0%, enquanto a engenharia civil subiu 1,4%, no mês em análise. Por sua vez, na União Europeia a construção de edifícios aumentou 1,3% e a engenharia civil 1,1%.

Em comparação com o período homólogo de 2021, a engenharia civil aumentou 15,1% e a construção civil 8,6% na zona euro, enquanto na União Europeia a engenharia civil cresceu 13,7% e a construção civil 7,6%.

Analisando os Estados-membros, os maiores crescimentos mensais na produção da construção foram registados na Hungria (13,3%), Eslovénia (8,4%) e Áustria (5,3%). Em sentido inverso, a Suécia (-7,0%), a Polónia (-6,0%) e a Alemanha (-0,7%) tiveram as quebras mais acentuadas.

Já a nível anual, as maiores subidas na produção da construção observaram-se na Hungria (42,3%), Eslovénia (32,3%) e Polónia (+21,2%), com as quebras mais significativas a serem registadas na Suécia (-11,4%) e Espanha (-0,8%).

Recomendadas

Manuel Reis Campos mantém-se na liderança da CPCI até 2024

No seguimento das eleições dos órgãos sociais da CPCI para o triénio de 2022 a 2024, realizadas ontem, dia 28 de abril, Manuel Reis Campos, em representação da AICCOPN, mantém-se na liderança da entidade que integra as associações empresariais que representam toda a fileira da construção e do imobiliário.

Acionistas da Mota-Engil votam a 6 de maio autorização para emitir 400 milhões em dívida

Na reunião magna serão ainda discutidos os documentos referentes aos resultados de 2021 e a proposta de dividendos, que a empresa já tinha divulgado, no dia 7 de abril.

Universidade NOVA lança concurso para residência universitária com 550 camas na Caparica

O concurso foi lançado através da plataforma eletrónica de compras públicas acinGov. Os interessados têm 90 dias para apresentar propostas para aquele que será o maior alojamento para estudantes, professores e investigadores na região de Almada.
Comentários