Projeto Sitestar promove literacia digital dos mais novos

Esta iniciativa promove, através da criação dos sites, aprendizagens relacionadas com o planeamento de projetos, o desenvolvimento do espírito de trabalho em equipa, a criação de conteúdos escritos e audiovisuais, o respeito pelos direitos de autor, incentiva e auxilia na invenção e implementação das ideias dos alunos, a adotarem um sentido critico que lhes permita navegar em segurança e com mais confiança na internet.

A iniciativa Sitestar.pt envolveu já mais de 5.500 alunos na construção de 530 sites. A DECO oferece a oportunidade aos jovens de se tornarem promotores de projetos e criadores de conteúdos digitais sem correrem riscos, com segurança online!

Esta iniciativa promove, através da criação dos sites, aprendizagens relacionadas com o planeamento de projetos, o desenvolvimento do espírito de trabalho em equipa, a criação de conteúdos escritos e audiovisuais, o respeito pelos direitos de autor, incentiva e auxilia na invenção e implementação das ideias dos alunos, a adotarem um sentido critico que lhes permita navegar em segurança e com mais confiança na internet.

O Sitestar.PT está aberto a todas as escolas de Portugal Continental e Regiões Autónomas, bem como a organizações ou entidades que desenvolvem projetos em contexto de educação informal que envolvam os jovens, desde que aderentes à rede DECOJovem.

As equipas têm até 14 de dezembro para se organizar e pedir a um professor para inscrever a sua proposta de projeto numa das categorias:

  • Escalão 1: dirigido a alunos entre os 13 e os 15 anos e/ou a frequentar o 8º e 9º ano letivos com propostas de site sobre temas na área do consumo e proteção dos consumidores.

 

  • Escalão 2: dirigido a alunos entre os 15 e os 18 anos e/ou a frequentar o ensino secundário regular, profissional e de aprendizagem e de projetos de competências de inclusão social com propostas de site numa das seguintes categorias: (a) Escola mais digital, (b) Faz a diferença! e (c) Jovens com Talento.

Serão selecionadas 160 propostas de sites que receberão grátis um voucher 3 em 1, válido para 1 ano, e que integra as ferramentas necessárias para a construção do site – domínio para o site em .pt, ferramenta para a construção do site e respetivo alojamento e caixas de correio eletrónico.

Os melhores sites serão selecionados por um júri e serão atribuídos 3 prémios por escalão/categoria – um computador para o 1º lugar, drone para o 2º lugar e colunas de som para o 3º lugar. Os professores que inscreverem e apoiarem as equipas premiadas terão também direito a um prémio também.

São parceiros deste projeto a Direção Geral de Educação, a Direção Geral do Consumidor, o IGAC – Inspeção Geral das Atividades Culturais, o INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, o PNL 2027- Plano Nacional de Leitura 2027 e a RBE – Rede de Bibliotecas Escolares, a ANPRI – Associação Nacional de Professores de Informática e o Centro Internet Segura.

Mais informação em: www.sitestar.pt  ou www.decojovem.pt

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, Youtube e no nosso site DECO!

Recomendadas

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.

Respostas rápidas: é assim que pode ir para a reforma antes dos 66 anos e sete meses

Não tem 66 anos e sete meses, mas quer ir para a reforma? Há vários regimes que permitem a antecipação da pensão de velhice. O Jornal Económico explica, com base num guia do ComparaJá.

Respostas Rápidas: como pode aceder ao complemento solidário para idosos ou outras pensões?

A propósito do Dia Internacional do Idoso e dado o envelhecimento cada vez maior da sociedade portuguesa, importa compreender como podem os contribuintes aceder a vários apoios disponibilizados pela Segurança Social.
Comentários