Quase um quarto dos desempregados encontrou trabalho no terceiro trimestre

127,9 mil pessoas arranjaram trabalho no terceiro trimestre de 2016. O valor é o segundo maior desde 2011.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters

No terceiro trimestre, 127,9 mil pessoas recuperaram o emprego em Portugal, com 22,9% da população desempregada a obter trabalho. Este valor de recuperação de emprego é o segundo mais elevado dos últimos cinco anos, superado somente pelo segundo trimestre de 2015, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os dados do INE revelam que a taxa de desemprego desceu em 2016, também registando o valor mais baixo desde 2011, fruto ainda de menos saídas do mercado de trabalho.  O desemprego no terceiro trimestre deste ano ficou nos 10,5%, contra os 12,4% em 2011, ano em que Portugal foi forçado a pedir o resgate financeiro.

O INE revela que no final de setembro o número de desempregados em Portugal era 549,5 mil, menos 63 816 do que no mesmo período do ano anterior. O desemprego jovem também tem recuado, com uma quebra de 17,3% no terceiro trimestre face ao período homólogo.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

BdP aponta a crescimento de 6,7% e inflação de 7,8% este ano

As atualizações de outubro das projeções macro do banco central mostram revisões em alta em relação aos 6,3% de crescimento e 5,9% de inflação projetados em junho, com o consumo privado e o turismo a apoiarem a recuperação.

Vendas a retalho caem 0,3% na zona euro e 0,2% na UE em agosto

Comparativamente com o mês de agosto do ano passado, registaram-se quedas mais acentuadas, na ordem dos 2,0% e 1,3% respetivamente, de acordo com o Eurostat. Em Portugal, porém, a evolução foi positiva, quer face a julho do presente ano, quer face a agosto de 2021.
Comentários