Queda de glaciar nos alpes italianos causa pelo menos seis mortes

Estarão contabilizadas mais oito pessoas feriras. Está em curso a operação de resgate que envolve pelo menos cinco helicópteros. A queda do glaciar ocorreu na Marmolada, uma montanha dos Dolomitas.

A queda de um glaciar nos alpes italianos terá causado pelos menos seis mortes, e mais oito feridos, de acordo com a Reuters.

A “BBC” avança que dos oito feridos, dois estarão em estado grave. O mesmo órgão de comunicação diz que as pessoas feridas já terão sido transportados para unidades de saúde.

As autoridades governamentais italianas referem que estão em curso operações de resgaste depois do colapso do glaciar nos alpes italianos.

A BBC adianta que cinco helicópteros estão envolvidos nas operações de resgaste, juntamente com vários profissionais de emergência.

A Reuters acrescenta que a queda do glaciar ocorreu na Marmolada, que atinge os 3.300 metros de altitude, a mais alta montanha nos Dolomitas, numa zona que abrange as regiões de Trento e de Veneto.

Recomendadas

Consulta pública sobre voos noturnos em Lisboa. Ambientalistas apelam à participação para impedir “impactos devastadores em mais de 150 mil cidadãos”

Fica encerrado a partir de hoje a consulta pública da portaria que vai permitir anular temporariamente a parte da lei que estabelece restrições ao tráfego aéreo noturno, entre as 00h00 e as 06h00. Saiba como participar.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quinta-feira

Portugal vai enfrentar uma onda de calor extremo entre cinco a dez dias; Pichardo campeão da Europa; Centros comerciais rejeitam fechar mais cedo para poupar energia
Comentários