Reino Unido: Desde 1975 que o desemprego não estava tão baixo

Taxa de desemprego registada no último trimestre britânico (julho-outubro) foi 4,3%, confirmando as previsões do ONS.

Stefan Wermuth/REUTERS

O desemprego no Reino Unido está em mínimos históricos de 1975, enquanto o crescimento dos salários começa a subir, segundo dados revelados esta quarta-feira pelo gabinete de estatístico britânico (ONS – Office National Statistics).

A taxa de desemprego registada no último trimestre britânico (julho-outubro) foi 4,3%, confirmando as previsões do ONS.

A taxa de emprego, por sua vez, superou a expectativa de 75%, registando um aumento para 75,1% em outubro.

O Reino Unido tem pouco mais de 32 milhões de pessoas empregadas até outubro, segundo o ONS, menos 56 mil pessoas face ao conjunto de meses maio-julho.

Recomendadas

Wall Street encerra sessão com índices a desvalorizar mais de 1%

No fim de sessão em Wall Street o Dow Jones perde 1,45% para 33.849,46 pontos, o S&P 500 cai 1,51% para 3.965,30 pontos e o tecnológico Nasdaq cede 1,58% para 11.049,50 pontos. 

PSI cai em linha com Europa. Greenvolt e BCP lideram perdas

Dos quinze títulos apenas três fecharam em alta em Lisboa. Lá fora, “o ambiente de contestação social que se vive na China, onde se intensificam os protestos contra a política de Covid zero, está a gerar desconforto aos investidores e que desta forma descontam o mesmo nas bolsas”, realça o analista da MTrader.

Lagarde avisa que taxas de juro vão continuar a subir

Dados da inflação na zona euro em novembro vão ser conhecidos esta semana. BCE reúne-se em meados de dezembro.
Comentários