Remessas de emigrantes em Angola subiram 53% até junho para 125,1 milhões de euros

As remessas dos portugueses a trabalhar em Angola subiram 52,9% no primeiro semestre, passando de 99,6 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2021, para 125,1 milhões até junho deste ano.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, disponibilizados hoje na página do regulador, os emigrantes portugueses a trabalhar em Angola enviaram 32,36 milhões de euros em junho deste ano, o que revela uma subida de 52,9% face aos 21,1 milhões de euros enviados em junho do ano passado.

Esta subida das verbas enviadas em junho contribuiu para o aumento do total do primeiro semestro, que passou de 99,6 milhões de euros, de janeiro a junho do ano passado, para 125,1 milhões de euros no mesmo período deste ano.

Como é habitual, as remessas de Angola representam a grande maioria do total dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), para os quais não há dados mensais específicos por país.

Assim, os emigrantes portugueses nos PALOP enviaram para Portugal 129,2 milhões de euros no primeiro semestre, o que revela uma subida de 25,1% face aos 103,3 milhões de euros enviados nos primeiros seis meses do ano passado.

A nível global, as remessas dos emigrantes subiram 5,6% no primeiro semestre deste ano, passando de 1.749 milhões de euros, nos primeiros seis meses de 2021, para 1.848 milhões, até junho deste ano.

De acordo com os dados do regulador financeiro, as remessas enviadas pelos portugueses a trabalhar no estrangeiro subiram 2,72% em junho deste ano face ao período homólogo, contribuindo para a subida de 5,6% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os números hoje disponibilizados na página do Banco de Portugal mostram também que, em sentido inverso, os estrangeiros a trabalhar em Portugal enviaram 265,5 milhões de euros para os seus países de origem, o que mostra uma subida de 8,3% face aos 245,09 milhões enviados nos primeiros seis meses do ano passado.

Olhando apenas para junho, o último mês para o qual há dados disponíveis, os imigrantes enviaram 47,9 milhões de euros para os seus países, o que revela uma subida de 4,8% face aos 45,7 milhões enviados em junho do ano passado.

Recomendadas

Medidas de apoio à inflação agravam endividamento das empresas e dinâmica inflacionista, alerta Fórum para a Competitividade

O think-tank critica as opções do Governo para o apoio a famílias e empresas face à subida generalizada de preços, sugerindo, ao invés, que haja uma dispensa do pagamento por conta no IRC, que o Estado pague as suas dívidas a fornecedores e que se acelere o investimento.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Governo ajusta em baixa o desconto do Imposto Sobre os Produtos Petrolíferos

Tendo em conta a evolução recente de descida do preço do gasóleo e da gasolina, “estas medidas temporárias resultam numa atualização [em baixa] do desconto do ISP em cerca de 0,1 cêntimos por litro de gasóleo e 4,4 cêntimos por litro de gasolina”, explica o comunicado de Fernando Medina.
Comentários