Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

UE discute amanhã proibição vistos para cidadãos russos e nova programa de treino para forças ucranianas; Paquistão faz apelo internacional perante receio de que as monções possam pôr um terço do país debaixo de água; AIEA prepara missão em Zaporíjia esta semana

“Reuters” – UE discute amanhã proibição vistos para cidadãos russos e nova programa de treino para forças ucranianas  

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do bloco europeu discutem amanhã, terça-feira, uma proposta de proibição de vistos para cidadãos russos, bem como um novo programa de treino para as forças militares ucranianas.

A República Checa, que assumiu a presidência rotativa do Conselho da UE até ao final do ano, está entre os membros que pressionam o bloco para a proibição de vistos a nível da UE para turistas russos, uma proposta apoiada principalmente pelos países bálticos.

Contudo, a Alemanha e outros Estados-membros, bem como o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, já se opuseram à medida, argumentando pode estar em causa uma violação das regras da UE e um bloqueio às rotas de fuga dos dissidentes russos.

 

“The Guardian” – Paquistão faz apelo internacional perante receio de que as monções possam pôr um terço do país debaixo de água

O governo do Paquistão fez um apelo à comunidade internacional para que ajude o país a enfrentar o estado de emergência vivido devido às inundações que já mataram mais de mil pessoas e afetaram mais de 33 milhões, e que ameaça deixar um terço do país – uma área aproximadamente do tamanho da Grã-Bretanha – debaixo de água.

O ministro dos Negócios Estrangeiros paquistanês, Bilawal Bhutto-Zardari, disse ontem à noite que as inundações provocadas por semanas de chuvas extremas das monções e pelo derretimento dos glaciares vão agravar aquela que é já uma situação económica muito grave no país do Paquistão, apelando a um ajuda financeira internacional.

“Daqui para a frente, espero que não só que o Fundo Monetário Internacional, mas também a comunidade internacional e as agências internacionais compreendam verdadeiramente o nível de devastação [no país]”, disse o governante.

 

 

“The Guardian” – AIEA prepara missão em Zaporíjia esta semana

O chefe da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, anunciou esta manhã que uma delegação da instituição está “a caminho” de Zaporíjia.

“Chegou o dia em que a missão de apoio e assistência da AIEA a Zaporíjia(ISAMZ) está agora a caminho. Temos de proteger a segurança e a proteção da maior instalação nuclear da Ucrânia e da Europa. Orgulhosos de liderar esta missão que estará em ZNPP no final desta semana”, escreveu o diplomata argentino no Twitter.

Recomendadas

Rússia sofreu duro golpe político apesar das anexações, diz investigador

Especialista em Rússia, o académico apontou no decurso de um contacto telefónico com a Lusa três aspetos que regem as atuais preocupações de Moscovo: fornecer uma “visibilidade de sucesso” que deve ser discutida a nível interno, criar uma espécie de “nova realidade legal” no terreno que não fracasse, e “incorporar no Exército russo” os habitantes das recentes áreas anexadas.

Embaixador russo em Lisboa diz que anexações são “direito consagrado na Carta da ONU”

O embaixador russo em Lisboa, Mikhail Kamynin, transmitiu hoje ao Governo português que a realização de referendos nas regiões ucranianas anexadas pela Rússia corresponde a “um direito consagrado na Carta das Nações Unidas”.

Governo avisa federação russa em Portugal: “UE adotará medidas restritivas adicionais” devido a anexação de regiões ucranianas

O Ministério dos Negócios Estrangeiros garante que a UE “continuará a apoiar a integridade territorial e a soberania da Ucrânia”, posição que demonstrou, esta segunda-feira, durante reunião com o embaixador da Federação Russa.
Comentários