Saiba a importância de ler o rótulo dos produtos alimentares para uma alimentação saudável

Quer ter uma alimentação mais saudável? Não se esqueça de ler o rótulo dos produtos alimentares. Lê-lo cuidadosamente e escolher de acordo com essa informação pode ser o primeiro passo para uma dieta alimentar mais equilibrada e saudável.

Neil Hall/Reuters

Todos conhecemos a importância das nossas escolhas alimentares para a promoção de saúde bem-estar. O consumidor tem de estar informado para comprar com confiança os alimentos de que necessita, sendo, muitas vezes, o rótulo a única fonte de informação disponível nos alimentos, sejam os vendidos avulso no mercado, ou sejam os produtos embalados e processados industrialmente vendidos em estabelecimentos comerciais.

Quer ter uma alimentação mais saudável? Não se esqueça de ler o rótulo dos produtos alimentares. Lê-lo cuidadosamente e escolher de acordo com essa informação pode ser o primeiro passo para uma dieta alimentar mais equilibrada e saudável.

Em primeiro lugar não se esqueça de verificar a rotulagem e informação ao consumidor antes de comprar e opte por produtos que “falam” a nossa língua!

Como fazer a leitura do rótulo? 

Precisamente para ajudar os consumidores a fazerem escolhas saudáveis, as marcas têm um resumo da informação nutricional, por porção, de quatro nutrientes cujo consumo deve ser moderado: açúcares, gorduras, gorduras saturadas e sal.

Os ingredientes estão incluídos no rótulo e através desta informação poderá evitar-se componentes passíveis de alergias e outros problemas de saúde a alguns consumidores.

A origem do produto e o preço são também informações de peso na rotulagem e podem ser decisivos no acto da compra. Consulte sempre antes de escolher e comprar.

A data de validade do produto é outra informação importante que deve constar do rótulo dos alimentos, mas esta nem sempre é igual. Existem 3 designações diferentes para a validade dos bens alimentares: “consumir até:”, “consumir de preferência antes de:” e “consumir de preferência antes do fim de:”.

 “Consumir até” surge nos produtos mais perecíveis como, por exemplo, a carne ou peixe fresco embalado e o queijo fresco. Significa que após a data indicada o produto não deve ser consumido, pois pode apresentar algum risco para a saúde.

Já a expressão “consumir de preferência antes de:” é colocada em produtos como massa, azeite ou cereais, portanto menos perecíveis. É apresentada pelo dia, mês e ano e podemos consumir estes produtos depois da data, desde que sejam respeitadas as regras indicadas na embalagem para uma correta conservação.

“Consumir de preferência antes do fim de:” é aplicada a produtos com uma grande durabilidade como conservas e congelados. Contém apenas a descrição do mês e ano e também as podemos consumir depois da data indicada se tivermos cumprido as regras de conservação.

 

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube! Consulte o site da DECO.

Recomendadas

DECO questiona porque Espanha reduz IVA para 5% e Portugal não

“O pagamento da fatura de eletricidade e gás tem um peso considerável no orçamento das famílias portuguesas, pelo que consideramos que a redução do IVA é uma medida adequada, necessária e urgente”, escreve a DECO.

Dez dicas para poupar em tempo de férias

Com a ajuda da ‘Selectra’, ajudamos a planear o seu orçamento para que consiga aproveitar o melhor desta estação sem ter de gastar muito dinheiro, recorrendo a dez dicas que vão desde a utilização do esquentador à forma como deixa os seus aparelhos eletrónicos antes de ir de férias.

Pagar IRS em prestações: como funciona?

Caso tenha de pagar imposto adicional, pode optar pelo pagamento do IRS em prestações. Saiba, no nosso artigo, como tratar deste processo.
Comentários