PremiumSpringwater Capital admite analisar os ativos da Herdade da Comporta

A Springwater Capital é um dos novos interessados nos ativos da Herdade da Comporta. Dos candidatos “repetentes”, só o consórcio Oakvest/Portugália deverá ficar de fora da corrida.

O novo processo de venda dos ativos do Fundo da Herdade da Comporta – Fundo Especial de Investimento Fechado, que está a ser liderado pela Deloitte, tem estado a receber novos interessados. Um desses interessados é a gestora de private equity Springwater Capital. O Jornal Económico contactou um dos administradores executivos da Springwater Capital, Ignácio Casanova, que, quando questionado se estariam interessados em assinar o acordo de confidencialidade para entrarem na corrida ao ativos da Herdade da Comporta, respondeu: “sim, sabemos que está aberto um concurso e é algo que nos parece interessante analisar”.

A Springwater Capital é uma empresa suíça que comprou a  Espírito Santo Viagens, a empresa que detém marcas como a Top Atlântico ou a Mundo Vip Madeira e que era do Grupo Espírito Santo.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Tribunal de Contas não afasta cenário de novas injeções de capital no Novobanco

O juiz conselheiro relator do relatório da auditoria do Tribunal de Contas à gestão do Novobanco, José Quelhas, referiu hoje que não está afastado o cenário de novas injeções de dinheiro público no ex-BES.

Dionísio Pestana pede reforma dos impostos como apoio às empresas

O presidente do Grupo Pestana afirma não precisar de ajudas diretas, perante o cenário de incerteza, mas pede ao Governo que avance com uma reforma nos impostos, apontando para a TSU.

Capgemini Portugal estima que receitas cresçam 16% em 2022 e tem 600 vagas de trabalho por preencher

A consultora tecnológica revelou ainda que está prestes a lançar o quarto laboratório de investigação no país, que será dedicado à cibersegurança da computação quântica e para a qual estão alocados cinco doutorados.
Comentários