“Time is a flat circle”: a lente de David Brits na Movart

A ‘Border War’ na Namíbia e no Sul de Angola, entre os anos 1960 e 1980, é o ponto de partida para “Time is a Flat Circle”, na qual o artista sul-africano David Brits se propõe intervir, levantando questões.

© David Brits

A galeria lisboeta Movart apresenta a série de trabalhos fotográficos que o artista sul-africano David Brits levou a cabo entre 2010 e 2012, assim como um conjunto de novas esculturas feitas de fibra de carbono, “Time is a Flat Circle”, que invocam a batalha de Cuito Cuanavale, que envolveu tanques de grande escala, ocorrida no sul de Angola entre forças angolanas, cubanas e sul-africanas, entre 1987 e 1988.

E qual foi o ponto de partida de Brits para esta “incursão fotográfica”? Um arquivo de imagens publicadas nas redes sociais de grupos de ex-recrutas sul-africanos, muitos dos quais lutaram na batalha sul-africana que ficou conhecida como “Border War” na Namíbia e no Sul de Angola dos anos 1960 aos anos 1980. De seguida, propôs-se intervir nessas mesmas imagens raspando, rasurando e apagando, de forma a poder introduzir camadas de complexidade, como a sua própria masculinidade e a história herdada de uma África do Sul pós-apartheid.

Breve apontamento biográfico

Nascido em 1987, David Brits formou-se em pintura pela Escola Michaelis de Belas Artes,  na Universidade da Cidade do Cabo, em 2010. A sua prática experimental foca-se em investigações no âmbito da escultura à escala pública, a par da exploração de materiais e investigação arquivística. As principais comissões de escultura pública recentes incluem a Fundação Desmond Tutu HIV, o Spier Arts Trust e a Iziko South African National Gallery. Vencedor do Prémio de Artes de Impacto Social inaugural da Fundação Rupert, Brits arrecadou também o Prémio Barbara Fairhead para a Responsabilidade Social na Arte.

“Time is a Flat Circle” está patente na galeria Movart de 15 de setembro a 15 de novembro.

Recomendadas

PremiumGeorge Clooney e o Speedmaster ’57

Coincidindo com o 65º aniversário da linha Speedmaster, a coleção completa Omega Speedmaster ’57 inclui agora oito novos modelos.

Cancelados dois concertos de Roger Waters na Polónia devido a posicionamento pró-russo

O co-fundados dos Pink Floyd iria atuar em Cracóvia em abril do próximo ano, na sala de espetáculos “Tauron Arena”, mas, segundo adiantam alguns meios de comunicação da Polónia, as autoridades polacas pretendem declarar Roger Waters como ‘persona non grata’.

Músicos afegãos refugiados apresentam-se hoje ao vivo no festival Iminente em Lisboa

 Na génese deste projeto está a cooperativa cultural Largo Residências, de Lisboa, distinguida no ano passado com o prémio da Acesso Cultura na categoria de Acessibilidade Social.
Comentários