Transportes gratuitos para maiores de 65 anos residentes em Lisboa a partir de hoje

Numa nota divulgada na sua página na Internet, o município, liderado por Carlos Moedas (PSD), sublinha que o objetivo é incentivar o recurso ao transporte público.

Margarida Grossinho

Os residentes em Lisboa com idade igual ou superior a 65 anos passam hoje a poder deslocar-se gratuitamente nos transportes públicos e os estudantes até aos 23 anos vão poder fazê-lo a partir de setembro, informou a câmara.

Numa nota divulgada na sua página na Internet, o município, liderado por Carlos Moedas (PSD), sublinha que o objetivo é incentivar o recurso ao transporte público.

O autarca tinha referido já em maio que a gratuitidade aplicada aos idosos deveria aplicar-se no verão.

“Os transportes públicos gratuitos são uma das principais medidas a implementar em Lisboa, com o objetivo de incentivar o recurso ao transporte público a todos os residentes em Lisboa, com idade igual ou superior a 65 anos; jovens com idade compreendida entre os 13 e 23 anos; estudantes do ensino superior até aos 23 anos. No caso de estudantes do ensino superior inscritos nos cursos de Medicina e Arquitetura, até aos 24 anos, inclusive”, é referido na nota.

A autarquia lembra que esta medida se insere “nas metas da sustentabilidade ambiental, no combate às alterações climáticas e na melhoria da mobilidade das pessoas, através da promoção de uma mobilidade eficiente, económica e ambientalmente sustentável”.

Em 21 de abril, a Câmara de Lisboa aprovou, por unanimidade, a proposta de transportes públicos gratuitos na cidade, que previa um acordo entre o município e a empresa Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), válido até 31 de dezembro de 2025.

A proposta estabeleceu a gratuitidade para jovens entre os 13 e os 18 anos, estudantes do ensino superior até aos 23 anos, incluindo a exceção dos inscritos nos cursos de Medicina e Arquitetura (até aos 24 anos), e para maiores de 65 anos, em que o requisito comum para todos é terem residência fiscal no concelho.

Desde 2017, as crianças até aos 12 anos já beneficiam de transportes públicos gratuitos em Lisboa nas redes do Metropolitano e da rodoviária Carris.

A assinatura do protocolo entre a Câmara de Lisboa e a Transportes Metropolitanos de Lisboa, a nova empresa que gere os transportes na área metropolitana, foi assinado em 27 de maio no Museu da Carris, em Lisboa.

A medida deve custar à cidade quase 15 milhões de euros.

Na altura, o presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, sublinhou que “Lisboa é a primeira grande capital da Europa a tomar esta medida” e que esta “será também uma maneira de influenciar outras cidades e outros países” a perceber que “este é o caminho”.

Recomendadas

Fogo no Marão com duas frentes em zona de difíceis acessos

O incêndio que lavra desde a noite de sábado na serra do Marão tem duas frentes ativas em zonas de “difíceis acessos”, mas não ameaça populações.

Governo anuncia investimento de 4,2 milhões no SIRESP para assegurar comunicações satélite

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, anunciou este sábado, 13 de agosto, em comunicado, investimento em equipamentos de redundância para assegurar as comunicações via satélite em caso de falha dos circuitos terrestres.

“Uma tragédia do ponto de vista do ambiente”. Incêndio da Serra da Estrela é o mais extenso desde Pedrógão Grande

O fogo foi dado como dominado este sábado, 13 de agosto, e passível de ser extinto dentro dois dias. Provocou pelo menos cinco feridos e consumiu três casas de primeira habitação, algumas casas devolutas e palheiros.
Comentários