Ucrânia. As imagens dos vestígios deixados pelos russos depois do massacre em Bucha

As notícias desta semana dão conta de um mar de destruição na cidade de Bucha, na Ucrânia, a par do rasto de corpos de civis deixados a morrer na rua. As imagens que se seguem podem ferir a suscetibilidade.

A cidade de Bucha foi completamente destruída pelos soldados russos. Após a retirada do exército do Kremlin do local, foram encontrados mais de 300 corpos de civis espalhados e abandonados pelas ruas da cidade. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou este domingo os líderes russos de “tortura e assassínios” e em Bruxelas já foi pedida que fosse conduzida uma investigação independente. Líderes internacionais acusam a Rússia e Putin de crimes de guerra.

Relacionadas

Respostas Rápidas. Acusações de crimes de guerra contra Putin estão a aumentar. O que está em causa?

Depois de indícios de assassinatos indiscriminados e injustificados a civis em Bucha após a retirada das forças russas da área, aumentou o coro de vozes internacional a pedir o processamento das acusações de crimes de guerra contra o presidente russo, Vladimir Putin. Entenda o que pode estar em causa.

Ucrânia: “Nem um único residente de Bucha sofreu violência de russos”, diz Embaixador na ONU

O embaixador russo nas Nações Unidas afirmou hoje que “nem um único residente de Bucha sofreu qualquer violência às mãos dos russos”, classificando como uma “encenação” as imagens de cadáveres nas ruas e valas comuns na cidade ucraniana.

Respostas Rápidas. Massacre em Bucha mata dezenas de civis. O que está em causa?

Uma das cidades reconquistadas pelos ucranianos perto da capital, Kiev, foi alvo de um massacre: cadáveres de civis espalhados pelas ruas, alguns de mãos atadas atrás das costas, outros queimados — todos abandonados nas ruas de Bucha. Bruxelas e Kiev já anunciaram a abertura de uma investigação para punir “perpetradores de crimes hediondos”. O que está em causa?
Recomendadas

Ucrânia espera cumprir parte das condições exigidas enquanto candidato à UE até ao final do ano

Os líderes da União Europeia concordaram em conceder o estatuto de candidato à UE à Ucrânia e à Moldávia ontem, dia 23 de junho.

“Energia barata acabou”. União Europeia já planeia futuro sem a Rússia

A cimeira desta sexta-feira em Bruxelas serviu como reflexão sobre o impacto económico da invasão russa da Ucrânia, com crescentes preocupações com a subida dos preços e alertas de um “inverno difícil”.

Confiança em Putin está no nível mais baixo em vinte anos

Confiança em presidente russo está em mínimos históricos.
Comentários