Unicórnio brasileiro Vtex volta a acelerar startups

De maio a dezembro, serão selecionadas mensalmente até cinco soluções. Em caso de aprovação do projeto, a startup recebe um ano de apoio técnico da multinacional e uma viagem até ao evento “Vtex Day”, em São Paulo.

A empresa brasileira Vtex, famosa pela sua plataforma de comércio digital (e-commerce), já abriu as inscrições para a quarta edição do seu programa de aceleração global, que dá oportunidade às startups mundiais de publicarem as suas aplicações na loja da empresa (App Store), o que lhes dá visibilidade em mais de 30 países.

O VTEX Accelerator vai receber candidaturas de empreendedores ao longo de todo o ano. “Dinamiza soluções para a VTEX App Store, potencializa o nosso posicionamento como plataforma completa e composable (com componentes back-end e front-end separados, mas integrados por APIs). Com este programa oferecemos a startups a possibilidade de encontrar clientes em países onde ainda não atuam. Um utilizador da Índia, por exemplo, poderá ter clientes que são do Uruguai ou da Roménia”, afirma Marcos Pueyrredon, vice-presidente sénior da Vtex.

De maio a dezembro de 2022, serão selecionadas mensalmente até cinco soluções. Em caso de aprovação do projeto, a startup recebe um ano de apoio técnico da Vtex. No início de 2023, o “Grand Prix dos Apps” premiará a melhor solução em cada uma das seis categorias (utilização de dados; lealdade e recorrência do cliente; otimização da operação; comércio unificado; fintech e blockchain; e otimização do funil de conversão), concedendo consultoria especializada, suporte técnico e visibilidade no ecossistema de comércio digital.

Para concorrer, a solução deve ter ao menos uma primeira versão ou um produto minimamente viável e poder ser integrado via aplicações de terceiros. Os participantes são depois avaliados por um júri composto por executivos da Vtex e de outras importantes empresas globais.

Já os vencedores apresentarão as suas soluções num palco exclusivo na próxima edição do “VTEX DAY”, um evento de dois dias em São Paulo para o qual receberão os bilhetes e viagem associada.

Na edição passada, o programa recebeu 292 inscrições de 35 países e premiou 18 soluções no Brasil, Chile, México, Alemanha, Reino Unido, Polónia, Colômbia, Argentina, Índia, Estados Unidos, Espanha, Itália e Israel. Os jurados da terceira edição eram da Pernod Ricard, Cencosud S.A, Drinks&Co, Linus, SpinPay, Naked Nuts, iDEXO ou Amazon Web Services (AWS).

Recomendadas
Nuno Melo

Nuno Melo vai pedir intervenção de Bruxelas e do BCE para as “falhas” do Banco de Fomento

Nuno Melo denuncia que o banco ainda não apresentou contas de 2020. A Comissão Europeia tem competência para acompanhar os fundos cuja gestão será cometida ao BPF e o BCE para verificar porque não há ainda um presidente do Conselho de Administração.

Luís Figo é embaixador de marca de óleos feitos a partir da cannabis

O antigo jogador de futebol é a cara da LF.CBD, empresa que cria óleos para a pele, que defende terem benefícios para o estado mental de quem os utiliza.

Vista Alegre ainda com prejuízos mas com forte recuperação

Com um aumento de quase 60% do volume de negócios, o grupo reduziu a dívida líquida em um milhão de euros, o que revela, diz, a solidez da sua tesouraria.
Comentários