EUA e UE devem entrar nas negociações de paz na Ucrânia? Ouça o podcast “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Que países devem estar envolvidos nas negociações de paz para acabar com a guerra na Ucrânia? Além desta reflexão, o embaixador Francisco Seixas da Costa analisa a possível entrada para a NATO da Finlândia e Suécia e o descalabro eleitoral do partido do chanceler alemão Olaf Scholz.

 

Ouça e acompanhe o podcast “A Arte da Guerra” em:

Apple PodcastsSpotify | Google Podcasts | Anchor

 

“A Rússia tem que falar com os Estados Unidos”, quando chegar o tempo das negociações e não apenas com o seu interlocutor direto na guerra. As negociações de paz, que não parecem ser para já, têm de envolver todas as partes com interesse no processo, onde se encontra também, para além dos norte-americanos, a própria União Europeia.

Processo paralelo à guerra, a neutralidade europeia e a entrada da Suécia e da Finlândia na NATO perecem observação atenta – nomeadamente no que tem a ver com as reticências turcas.

Outro tema paralelo à guerra: o descalabro do SPD alemão nas eleições de Renânia, com o chanceler Olaf Scholz em claras dificuldades internas.

Tudo para ouvir esta semana, no podcast “A Arte da Guerra”, um programa conduzido pelo jornalista António Freitas de Sousa e com os comentários do embaixador Francisco Seixas da Costa.

Recomendadas

França está nas mãos da “velha Direita”? Ouça o podcast “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

As eleições legislativas em França retiraram a maioria absoluta a Macron e deram força aos extremos à esquerda e à direita. Ucrânia e Colômbia serão também destinos na rota do programa desta semana.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 22 de junho

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários