Lisboa e Algarve entre as cidades mundiais mais procuradas por executivos em teletrabalho

O baixo custo de vida e a atração do mercado imobiliário são duas das razões que estão a trazer cada vez mais empresários internacionais para a cidade, com a região do Algarve a ser também outro ponto de interesse devido ao clima e praias.

Área Metropolitana de Lisboa

Lisboa está entre as cidades mundiais mais procuradas por gestores internacionais que optam por exercer a sua profissão no modelo de teletrabalho, de acordo com um estudo divulgado pela consultora imobiliária Savills, que analisou 15 mercados residenciais.

O clima, o baixo custo de vida e a atração pelo mercado imobiliário são alguns dos factores que estão a trazer cada vez mais empresários internacionais para a capital do país. “Lisboa oferece as vantagens de viver na cidade e as vantagens de estar na União Europeia. A pandemia foi um catalisador para os executivos saírem da vida no escritório”, refere Paul Tostevin, diretor da Savills, em declarações à “Bloomberg”.

O mercado imobiliário tem atraído cada vez mais estrangeiros que estão dispostos a pagar o dobro do preço para comprar uma casa em Lisboa, em comparação com os residentes portugueses.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados na semana passada os compradores com domicílio fiscal no estrangeiro estavam dispostos a gastar 4.283 euros/m2 no último trimestre de 2021, um valor muito acima dos compradores com domicílio fiscal em Portugal, que queriam gastar um preço médio de 1.858 euros/m2. Este é um valor significativo, uma vez que se trata de uma diferença de 2.425 euros/m2.

Além de Lisboa, também a região do Algarve está a captar os investidores estrangeiros a comprar casa, devido ao clima da região, as praias e o fácil acesso ao resto da Europa.

“As pessoas estão a tornar as suas casas de férias mais permanentes. Os clientes estão a procurar um espaço para escritório e internet de alta velocidade”, afirma James Robinson, diretor de vendas da QP Savills, a agência da consultora no Algarve.

Relacionadas

Portugueses são mais poupados. Estrangeiros gastam mais do dobro para comprar casa em Lisboa

A diferença tão significativa do que os portugueses e estrangeiros estão dispostos a pagar por um imóvel na mesma cidade chamou a atenção da “Bloomberg”.
Recomendadas

PremiumSystemic tem cinco novos investidores

Carlos Loureiro, José Galamba de Oliveira, Raúl Marques, Rui Leão Martinho e Vítor Nunes são os novos sócios da consultora fundada por Sofia Santos, que apoia empresas na área da sustentabilidade e ESG.

Porquê é que o teletrabalho é usado nuns países e noutros não?

A forma como se trabalha mudou radicalmente em vários países, com as empresas a fazer a transição de funções no escritório para total ou parcialmente remotas, e com os trabalhadores a incentivar a mudança. Contudo, nem todas as nações aderiram.

PremiumVenda do Atlântico avança e espanhóis fora da corrida ao BPG

O pedido de compra do Atlântico Europa pelo Well Link Group está finalmente a evoluir, depois do acordo assinado no inicio de 2020. Já o BPG optou por abrir o processo competitivo de venda.
Comentários