PCP solidário com as reivindicações dos trabalhadores da CGD

Em comunicado divulgado na página do PCP os comunistas referem que a CGD continua “sem pagar as horas extra” e que “continuam as represálias a diversos trabalhadores”, no último dia de greve organizada pelo Sindicato de Trabalhadores das Empresas do grupo Caixa Geral de Depósitos.

O Partido Comunista Português participou na greve dos trabalhadores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) desta quinta-feira, 30 de dezembro e apontou que um ataque aos trabalhadores seria um ataque também à CGD.

Em comunicado divulgado na página do PCP o comunista Miguel Tiago sublinha que “o ataque aos trabalhadores é, também, um ataque à Caixa Geral de Depósitos. Os trabalhadores têm vindo a reivindicar um aumento salarial perfeitamente dentro das possibilidades da Caixa Geral de Depósitos”.

“A administração – curiosamente a administração mais bem paga da história da Caixa Geral de Depósitos – acha que os trabalhadores não merecem um aumento sequer correspondente à inflação, portanto, representando uma perda de poder de compra”, aponta o PCP.

Na nota divulgada os comunistas dão nota ainda de que a CGD continua “sem pagar as horas extra” e que “continuam as represálias a diversos trabalhadores, o encerramento de balcões, tudo isto numa fúria de destruição na Caixa, de fragilização da Caixa, que visa transformar a Caixa Geral de Depósitos numa Caixinha, ao invés de transformar a Caixa Geral de Depósitos numa Caixa cada vez mais forte, capaz de responder às necessidades que lhe são colocadas quer pelos clientes, quer pelo próprio país”.

Esta sexta-feira ficou marcada por ter sido o primeiro dia de greve organizada pelo Sindicato de Trabalhadores das Empresas do grupo Caixa Geral de Depósitos (STEC) e a CGD garantiu que mais de 90% das agências tiveram operacionais.

Relacionadas

CGD garante que estiveram operacionais mais de 90% das agências no primeiro dia de greve

Além da estabilidade na operação, o volume de transação processadas durante o dia de hoje foi 20% superior ao desta quarta-feira, garante a CGD.

CGD responde à greve: “Tabela de remuneração da Caixa é muito superior à dos bancos concorrentes” (com áudio)

A CGD destacou em comunicado que tem maior tabela salarial e os maiores encargos com o Fundo de Pensões, “com condições únicas no país”, em resposta à greve de hoje dos trabalhadores convocada pelo sindicato STEC.
Recomendadas

PAN defende aposta nos transportes públicos e revisão dos escalões de IRS

A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, defendeu, este domingo, na proposta de Orçamento do Estado para 2023 o Governo deve apostar nos transportes públicos e na revisão dos escalões de IRS, além da valorização da proteção animal. “É fundamental que no Orçamento do Estado se garanta uma maior aposta nos transportes públicos, a revisão […]

PremiumPutin une extremos na oposição ao Ocidente

As franjas mais extremas europeias convergem no apoio a Putin, unidas por um antiamericanismo reforçado, à esquerda, por uma orfandade do comunismo soviético e, à direita, pela admiração por um regime iliberal e autocrático.

Cotrim de Figueiredo diz que a única certeza na TAP é a perda de dinheiro

O líder da IL comentava as declarações do primeiro-ministro, que disse, na quinta-feira, esperar que a privatização da TAP ocorra nos próximos doze meses.
Comentários