Ronaldo disposto a baixar consideravelmente o salário para deixar o United (com áudio)

O internacional português tem opções em Inglaterra, Alemanha, Espanha e França e está disposto a receber menos para poder assinar por um clube que jogue a Liga dos Campeões e onde possa ganhar títulos noticia o portal britânico “Independent”.

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo está a disposto a ver o seu salário ser reduzido de forma significativa para poder deixar o Manchester United e ingressar num clube que possa conquistar troféus e que esteja entre as equipas que vão disputar a Liga dos Campeões na temporada que se aproxima, informa hoje o portal britânico “Independent”.

A principal motivação do capitão da seleção portuguesa é mesmo continuar a alimentar a “fome” competitiva e entende que se continuar no Parque dos Sonhos isso não será possível, até porque o clube não vai jogar a ‘Champions’, já que foi sexto classificado na mais recente edição da liga inglesa.

O atleta não está satisfeito com a política de transferências do Manchester United, que para já não apresentou qualquer reforço e a ausência no primeiro treino da época aumentou ainda mais a expetativa sobre uma eventual saída do número sete dos ‘red devils’.

Quanto aos potenciais destinos de Ronaldo, o Bayern é uma forte possibilidade e já é referido desde o mês passado. Também o Chelsea está na corrida para adquirir o passe do jogador e o PSG está atento à situação, ainda que seja uma possibilidade mais remota, de acordo com o mesmo portal.

Já hoje, surgiu a possibilidade de uma mudança para o Barcelona. O eventual negócio foi discutido numa reunião entre o superagente Jorge Mendes e o presidente do clube. Os nomes dos portugueses Ruben Neves, Rafa Leão ou Bernardo Silva também foram debatidos à mesa das negociações.

Recomendadas

Casemiro está a caminho do United e pode chegar a tempo de defrontar o Liverpool

Em cima da mesa está uma proposta que pode chegar aos 70 milhões de euros pelo passe do internacional brasileiro. O negócio pode ser concretizado ainda durante o fim-de-semana.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Receitas do futebol europeu sobem 10% depois da pandemia

O mercado do futebol europeu registou receitas de 27,6 mil milhões na época 2020/21, quando ainda estavam em vigor, por todo o continente, restrições nos acessos aos recintos desportivos. Os dados são do relatório anual da Deloitte sobre as finanças do futebol.
Comentários